“Querem me afastar dos amigos judeus”, diz Bolsonaro

15/04/2019

Fala polêmica sobre perdoar o Holocausto estremece relação do presidente brasileiro com Israel.

O presidente Jair Bolsonaro enviou uma carta à embaixada israelense no Brasil para esclarecer a polêmica criada sobre uma declaração que ele fez sobre o Holocausto.

Em um almoço com pastores no Rio de Janeiro, na semana passada, Bolsonaro teria dito que os crimes cometidos contra os judeus “poderia ser perdoado” e isso gerou grande revolta dos judeus para com o presidente brasileiro.

O presidente Reuven Rivli e um dos responsáveis pelo Museu Yad Vashem de Israel, onde fica um Memorial do Holocausto, ficou revoltado e criticou Bolsonaro nas redes sociais dizendo que o Holocausto jamais poderá ser perdoado pelos judeus.

Bolsonaro, então, preciso se explicar. “Ao povo de Israel: deixei escrito no livro de visitantes do Memorial do Holocausto em Jerusalém: “Aquele que não esquece seu passado está condenado a não ter futuro. Portanto, qualquer outra interpretação só interessa a quem quer me afastar dos amigos judeus”, disse ele na carta.

“Já o perdão, é algo pessoal, nunca num contexto histórico como no caso do Holocausto, onde milhões de inocentes foram mortos num cruel genocídio”, completou.

Apesar da polêmica gerada, o embaixador israelense no Brasil, Yossi Shelley, disse que a fala do presidente não “mostrou desrespeito ou indiferença pelo sofrimento judeu”.

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor no Ar

Irmao Giliard

Bom Dia com Jesus (7:00 as 10:20) / Boa Tarde Com Jesus (15:00 as 17:30) / Conversando com Deus (21:00 as 23:30)

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

LOUVE AO SENHOR, EM TODA SUA VIDA

ANDERSON FREIRE

02.

LOUVORES QUE LIBERTAM

RADIO PENTECOSTAL O SANGUE DE JESUS TEM PODER

03.

OUÇA E RECEBE A LIBERTAÇÃO DE DEUS

SALMOS 91

04.

LOUVOR QUE TOCA O SEU CORAÇÃO

CORINHOS PARA LOUVAR A DEUS

05.

Espalhando o evangelho do Senhor

Para toda criatura nesta terra

Anunciantes